quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Pausa para a Crónica - Lado a lado

Afinidade. Conexão. Às vezes não reparamos nisso, a pressa da vida rouba-nos o tempo, o tempo de apreciar e sentir as pessoas. Ter ligação com alguém é espantoso.

Não estou a falar dessas ligações que se tornaram um hábito, um suportar e acumular de vida juntos. Estar com pessoas porque se tem necessidade não é mesma coisa que estar com pessoas porque se partilha a mesma energia.

São escassos encontros que nos acontecem algumas vezes na vida. Nós, cegos como sempre, teimamos em encaixar pessoas em gavetas, mais um amor, mais um grande amigo, mais um amigo, mais um. Mas trata-se de muito mais que isso.

Teremos sempre pessoas verdadeiramente especiais a passar na nossa vida, mas partilhar o estado de espírito, essência, alma… isso é tanto e tão raro.

Entendimento, puro e duro! Como se soubesses vestir a pele do outro, como se soubesses o que é ser alguém que não és. Como se te visses na situação, no contexto, naquele sonho.

Pessoas que não estão à nossa frente, nem atrás, pessoas que não nos julgam, não acham que sabem o que sentimos, elas sentem o mesmo.


É perfeito. Caminhar na estrada da vida, lado a lado..