sexta-feira, 4 de abril de 2014

Pausa para a Poesia - Pequeno Vagabundo


As coisas mais importantes são sempre as mais difíceis de dizer
São formas de vida invertidas, são prazeres amargurados, amores ultrapassados
As coisas mais importantes são sempre as mais fáceis de perder
São desilusões previstas, guerras perdidas, almas tão vividas
As coisas mais importantes são sempre as menos esperadas
São a faca afiada, a amarra pendurada ou uma existência amargurada

As coisas mais importantes são sempre as menos alcançadas

São do coração apertado, do olhar desmaiado, do choro meio brotado
As coisas mais importantes são aquelas que nunca vemos

São a mão na mão, verdade no coração e fazer com amor toda a canção

As coisas mais importantes são aquelas, que jamais esquecemos

São o erguer do fundo, fazer um novo mundo, ser da sociedade, o pequeno vagabundo.