quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Pausa para a crónica - Aquela malta que me enerva para c #?%&


Não me adianta de nada, andar com moralismos aqui no Asas, e depois escrever coisas que critiquem ou limitem, de alguma forma as pessoas.
Por isso antes de tudo, importa esclarecer que cada um tem o direito de ser como quiser e bem entender, as pessoas são livres! Mas eu, também tenho o direito de não gostar delas!! xD
Para quem vai ler e se sentir melindrado, não se ofendam. Se tu fores uma destas pessoas e se eu for tua amiga, é porque eu muito de gosto de ti e aturo-te com boa vontade.
Pelo contrário se eu não gostar de ti (e isso nota-se) fica a saber porquê, grandessíssima besta.
1-   Traidores

Para mim não existe essa de “gosto de me dar bem com toda a gente”. Tudo bem, um amigo tem mais amigos e ainda bem. Mas a relação de amizade é para ser respeitada acima de tudo, em certas coisas ou estas comigo ou estas contra mim. É o mínimo que eu exijo, porque eu também faço o mesmo, eu lixo-me toda, mas defendo com unhas e dentes, quem eu gosto. Quantos “amigos” nós temos ou tivemos, que na primeira dificuldade em que estas, fazem como se não fosse nada com eles?? Ou aqueles que só te dão bola, quando têm algum interesse? Ou quando não têm mais ninguém? Ou que te tramam para conseguir determinada coisa? 
Para mim, só fazes a primeira.



2-    Engraxadores

Coisa irritante! Aquela malta que lambe botas, para caraças, em troca das coisas.
Sempre ouvi dizer que, quem não chora não mama! Mas eu não consigo suportar, pessoas assim. Recuso-me!!!!

3-   Carentes
Toda a gente tem carências, é inevitável. Eu também tenho essas fases diabólicas! Mas existe malta que abusa, será que eles acham que eu só nasci para iluminar o caminho deles? "Você não é o centro do universo, não, viu?” Eu costumo ter a minha vida para cuidar… desculpa tá? (brincadeira - vem sempre)


4-   Invejosos

Eu conheço tanta gente que sofre de dor de cotovelo. Pessoas que invejam todo o tipo de coisas: estilo de vida, onde vais, onde estas, o que fazes, o que comes, o que vestes, o que tens e no fundo o que és. 
E vocês perguntam assim, “então mas isso é porque estás muito bem na vida?”
Ah ah ah
Não é só porque as pessoas são parvas e devem ter cocó na cabeça! 
Se vivessem um dia meu, já percebiam o que é bom para a tosse!
EPÁ! Se não estão contentes com a vida que têm, mudem, vocês não são árvores!  Não venham é minar a vida dos outros!
E para esclarecimento geral, eu sou feliz, sim, sobretudo porque vivo bem comigo, tenho uma família fantástica e uns quantos amigos geniais! Tudo o resto acredita, não ias querer para ti, otário/a!!!





5-   Críticos

Uma coisa é criticar o meu “trabalho” aqui, outra coisa completamente diferente é a minha vida pessoal e as lições de moral que as pessoas gostam de dar! Já te viste ao espelho? As escolhas são minhas, as consequências também! Vai cuidar da tua vida!
(os amigos claro devem continuar a dar-me na cabeça) ihih


6-   Os que se acham mais que os outros

Chegamos ao ponto… eu vivo razoavelmente bem com as pessoas dos 5 pontos anteriores.
Mas os desta categoria estão a levar-me à loucura! Eu podia bater nesta gente, mas não me convêm nada! 
Cheguei a um ponto que não consigo sequer olhar para a cara de pessoas assim, quanto mais manter um diálogo ou ser amigo.
Vamos aos exemplos para verem que eu não estou a brincar!

- Conheço pessoas que se acham mais que alguém pelo físico que têm: ok jovem, nasceste bonito, PARABÉNS! Isso não faz de ti um ser superior, lamento.

- Conheço pessoas que se acham superiores pelo dinheiro e bens que têm! Fantástico.. bom para ti. Mas com ou sem dinheiro continuas a ser uma merda na mesma, e isso é triste.

- Conheço pessoas que se acham superiores só porque sim. É a chamada puta da mania. Estas pessoas acreditam que são mais iluminados que os outros e pronto! Andam sempre com aquele narizinho empinado, como se todos lhe devessem vénia sempre que passam, acham que sabem sempre tudo e que o patego ao lado é um verme insignificante, burro e pobre.

Só mandar estes gajos todos para a ilha do tubarão.  




7 – O centro das atenções

Nem sei como explicar isto, mas existem pessoas que têm de ser sempre especiais.
Isto já me faz lembrar um texto que li no outro dia, “tu não és especial”. E é verdade.
Ninguém tem que passar os dias todos do ano a venerar-te, lamento! E se alguém o faz é porque ainda é mais estúpido do que tu!
Estas pessoas mimadas também deviam apanhar umas boas palmadas (da vida)!


8 – Os maduros

“AH QUANDO TU CHEGARES A MINHA IDADE” , “AH QUANDO TU PASSARES POR ISTO”.
Admito, pessoas com mais anos que eu ou com experiência de vida traumática, podem dizer isto!
Pessoas da minha idade e QUE nunca passaram nada na vidinha, não podem!
Há muita gente a achar-se muito maduro, mas com 20 e alguns anos, ninguém sabe da missa a metade. (falo por mim)
Baixa a bolinha, pequeno gafanhoto!

 9- Os que não me dão espaço

Eu sou uma pessoa esquisita. Considero-me divertida e social, gosto de festa, copos, amigos, encontros, cafés, conversas demoradas e também gosto de atenção, claro.
Mas quando eu não estou para isso (Como alguém diz, quando eu vou para o meu mundo), NÃO ESTOU MESMO!!
Capiche?
não é por mal, eu juro!
Mas pronto, fica aqui o meu pedido de desculpa público, por todos os telefonemas não atendidos e por todas as mensagens não respondidas e por todos os cafés que (ainda) não bebemos! Usem a técnica da Ana Moita - (Inês é urgente) - Resulta! ahah

10- Intriguistas

Ninguém gosta. Mas não me preocupam muito. A verdade aparece, sempre. Eu acredito nisto. 
Sei de muito boa gente que vai pagar caro, todas as porcarias que anda a fazer e muitas vezes a inventar, sobre a vida dos outros.



E agora que já expressei a minha ira, neste pequeno, grande texto!

Show must go on!!


Sejam felizes e não aborreçam muito os outros!
 Se gostam, cuidem. Se não gostam, afastem-se.


Imagens : Tumblr 
Desculpem as asneiras.