quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Pausa para a crónica – Esta coisa da escrita – Balanço – Um Obrigado

Não sei precisar, quando é que esta coisa da escrita se iniciou, sempre me lembro de escrever. Mas o sonho a nível profissional começou nos meus 16 anos, quando alguns professores me incentivaram com as suas opiniões, na altura positivas. Depois a partir daí, foram os textos e poemas, nas redes sociais, que me trouxeram alguma repercussão, as pessoas diziam que gostavam, que eu tinha jeito e eu também comecei a convencer-me disso.

Hoje em dia, acho que com os anos que levo disto, já devia ser melhor e se realmente fosse assim tão boa, já alguém teria pegado nisso. Mas continuo a gostar de escrever, assim como sei que existem pessoas que continuam a gostar de ler.

Ultimamente, eu tenho seguido alguns youtubers portugueses, e acho que é uma ideia com pernas para andar e para se tornar mais viável a curto prazo do propriamente os blogues. Essencialmente porque dá menos trabalho ouvir do que ler.

O Asas tem nove meses, ainda não estou a conseguir chegar com ele, onde queria. Na realidade não me importo muito, porque apesar de ter uma paixão enorme pela escrita e obviamente gostar muito de um dia poder ganhar a vida através dela, não tenho essa pretensão para já.

O Asas é um cantinho, algo que me faz sentir bem e no qual posso escrever as minhas ideias, experiências e sensações. A nível de visitas, não acho que esteja assim tão mau, são 3000 em nove meses, essencialmente em Portugal. Considero mais importante os numero de visitas, do que propriamente os seguidores. Mas é necessário cativar mais e conseguir mais comentários no blogue e não tanto no Google +.

Começou com a ideia de uma criar um blogue sobre viagens, hoje em dia, é muito mais que isso. As visitas que recebo aqui são essencialmente através das redes sociais, nas quais eu vou partilhando e divulgando o Asas. E por isso mesmo a crítica, também vem mais dos amigos, a quem muito tenho que agradecer, primeiro porque as pessoas que lêem as minhas coisas, impedem muita vezes a paragem da escrita e segundo porque ao manifestarem a sua opinião, ajudam-me a perceber erros e coisas que posso melhorar, percebo os assuntos que chamam mais à atenção, e até as sugestões que me fazem, sobre temas para escrever, são sempre bem-vindas.

De qualquer das formas, ando à procura de opiniões um pouco mais profissionais e isso ainda não está a acontecer. É verdade que também não bati assim a tantas portas!

Destes nove meses, destaco as oito viagens aqui publicadas, a escrita de viagem é sem dúvida o que mais me interessa neste momento, considero as minhas publicações boas, apesar de ter noção que não sou nada do outro mundo, nessa área. Este ano pretendo tirar uma formação em escrita de viagens, já andei a ver preços, vamos ver o que se arranja.

Em relação à poesia, é o meu amorzinho! Toda a gente sabe. Infelizmente, eu acho que as pessoas não se interessam muito, por poesia, nos dias que correm. Tenho pena disso, mas respeito, obviamente.

Considero também que a ideia das entrevistas resultou muito bem. Tenho imensos planos de continuar e até acho que as pessoas com quem falei, foram bem mais receptivas do que eu esperava. Mas é uma coisa que dá trabalho, envolve marcações e disponibilidade, envolve muitas horas da minha parte em frente ao computador e a verdade é que isto não é um trabalho, eu tenho que fazer as coisas por prazer e não por obrigação. Vou ver se arranco com isso, já na próxima semana.

As crónicas vão continuar! Se bem que não passam de opiniões, umas vezes bem escritas, outras nem por isso. Tenho alguns assuntos interessantes para apresentar, vou continuar muito na onda do que eu gosto ou seja sociedade, cultura, afectos e por aí.  

Para a secção “Recantos” também tenho umas ideias engraçadas, mas o tempo também não tem ajudado muito para sair de casa. E para falar dos sítios, é preciso lá ir. Há imensos lugares aqui em Lisboa e não só, que quero ir e apresentar aqui.

Por último, tenho uma ideia nova, para acrescentar ao Asas ! Mas ainda é segredo! 

E pronto é isto, acho que já estava na altura de fazer um balanço, desta viagem! Obrigado a todos os que comentam e dão opiniões. A todos que falam comigo pessoalmente e elogiam, dão sugestões, fazem críticas. Obrigado ao pessoal que partilha as publicações e às pessoas que falam do Asas na rua, que também sei que acontece.

Obrigado mesmo

Desejo a todos um bom Fim -de- Semana.