sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Pausa para a crónica - Facilitar

Desde muito nova que eu acho que facilito. Facilito a vida às pessoas, simplesmente porque sim. Just because I don t like to fuck anyone's life.  

Às vezes, só não me apetece torrar a paciência a ninguém, às vezes também não me apetece torrar a minha.

Se posso fazer de determinada maneira, e com isso incomodar menos, para quê dar trabalho, para quê chatear, para quê deixar os outros tristes?

Mas não, chego á conclusão (e já vou tarde), que esta malta, não pensa como eu!

As pessoas gostam mesmo é de dificultar a vida aos outros, armarem-se em sei lá o quê. Gostam mesmo é de ver os outros mal, contrariados, humilhados e sempre mas sempre no degrau de baixo.

“Imagine wall the people, Living life in peace”, o John era um utópico, como eu.

Facilitar é mau, envolve muitas vezes, deixar que pensem que és parvinha, e isso em mentes de lixo, dá aso a que achem, que te podem pisar. E na realidade pisam.

As pessoas assim acham-se sempre superiores, e nas suas cabeças doentes, tu nasce-te para ser uma larva.

Este povo é todo louco.

Soy un perdedor
I'm a loser baby, so why don't you kill me?´